Notícias



11.03.16 - Keith Emerson ( 1944 - 2016) 

Ginastera, Mussorgsky, Béla Bartók, Bach, Aaron Copland, Chopin, Sibelius, Tchaikovsky, Holst, Prokofiev ou Rachmaninoff. 
Algumas obras destes compositores foram-me apresentadas por Keith Emerson quando eu ainda nem era um adolescente. 
E fiquei totalmente fascinado. Por essas obras que até então desconhecia e pelas suas versões pintadas a rock por Emerson.
E que dizer das suas próprias composições? Que dizer de "Tarkus" ou de "Brain Salad Surgey"? 
Que dizer do seu Concerto nº 1 para Piano e Orquestra? 
Que dizer da Jam session gravada na California em 1974? 
Que dizer de tudo quanto a música lhe deve pelo seu pioneirismo com os sintetizadores? 
Que dizer do seu virtuosismo nos teclados? 
Confesso que nunca dei qualquer importância ao show off das facas, dos pianos voadores ou dos canhões em palco. 
No entanto como músico e amante de música devo-lhe muitíssimo. 
Tive o enorme privilégio de o ver / ouvir ao vivo em 2005 no CCB numa noite nostálgica e maravilhosa. 
Fica a sua exuberante obra e uma saudade enorme. 
Obrigado, Mr. Keith Emerson!


 

17.01.16 - "Um Dia Será Diferente" no Cinema S. Jorge 

Assisti hoje no cinema S. Jorge em Lisboa à peça "Um Dia Será Diferente". 
E o que vi foi um talentoso grupo de jovens actores (João Maneira, Joana Aires, João Pires, Inês Realista e Inês Monstro) a interpretarem um inteligente texto numa encenação notável de Rute Cruz.. 
Obrigado. Foi um privilégio ter podido participar.



 

11.01.16 - David Bowie (1947 - 2016) 

É dificil encontrar no panorama da música popular mundial algum artista mais versátil ou inovador. Criou tendencias, rompeu regras, combateu preconceitos e aparentemente foi sempre livre. 
Lembro-me de o ter ouvido pela primeira vez quando tinha 10 anos num fantástico "single" que o meu irmão colocou no "gira discos" lá do quarto. 
"I'm floating around my tin can 
Far above the Moon 
Planet Earth is blue 
And there's nothing I can do." 
Fiquei, desde então, grande admirador do "camaleão do rock". 
Até sempre.





 

29.06.15 - Chris Squire (1948 - 2015) 

"Fragile", "Close To The Edge", "Tales from Topographic Oceans" ou "Relayer" são obras maiores do rock sinfónico.
Associado a estes álbuns está o característico baixo de Chris Squire um musico enorme que desde muito cedo aprendi a admirar.
Hoje, aos 67 anos, deixou-nos e eu fiquei com uma enorme vontade de voltar a ouvir "And you And I" em vinil.





 

05.04.15 - Music removed 

At my request, all my previous works to 2015 are no longer available on digital stores.
Please note that they will only be available here.

*****

Todos os meus trabalhos anteriores a 2015 foram, a meu pedido, removidos de todas as lojas digitais.
Passarão a estar disponíveis apenas POR TEMPO LIMITADO
aqui.





 
© 2006-2016 Nuno Lupi